Novo Código de Ética Médica – Será que Alguma Coisa Vai Mudar para os Pacientes?

Todos nós em algum momento, seja num hospital, seja num consultório, sentimos que o tratamento dado pelo médico poderia ter sido melhor, ele poderia ter sido mais atencioso com o paciente, dado informações mais claras, etc.

Esses sentimentos, aliados a outras atitudes da classe médica, contribuíram para motivar o Conselho Federal de Medicina a elaborar um um novo código de ética para a classe médica, que busca trazer melhorias para o tratamento de saúde no Brasil, e entra em vigor essa semana.

O novo código de ética médica traz como principal promessa de que as coisas vão mudar a partir de sua implantação. As questões básicas que motivaram esse novo código sobre a relação médico/paciente foram:

  • Acabar com atitudes arrogantes / prepotentes / autoritárias de alguns médicos;
  • Eliminar  a emissão de receitas quase impossíveis de serem lidas (os famosos garranchos);
  • Estimular a segunda opinião quando o paciente tiver dúvida sobre o diagnóstico;
  • Ausências (faltas) aos plantões.

Novo Código de Ética Médica - É Realmente Necessário? Tudo isso parece uma maravilha, pois agora se tem (novamente, pois já existe um código de ética) regras que definem o comportamento de um médico. Face a isso, pergunto:

Novo Código de Ética Médica – Será que Alguma Coisa Vai Mudar para os Pacientes?

Será que realmente era necessário destacar isso em um novo código de ética para dizer o óbvio! É realmente um absurdo ter que destacar um comportamento que deveria ser o padrão de toda profissão!

Todos sabemos que o sistema de saúde no Brasil tem pouca infra-estrutura, e muitos médicos recebem muito abaixo do que deveriam (mas eles não são os únicos, ou são?), mas é extremamente redundante ter que “ensinar” um médico a não fazer garranchos nas receitas, ou a não ser arrogante. Será que tal código também vai ter que ensinar os médicos que se deve verificar se todos os instrumentos utilizados em uma operação foram totalmente retirados do paciente, antes de fechar uma cirurgia?

É claro que esses são alguns aspectos do novo código de ética médico, porém, dizer que as coisas mudarão a partir disso é o mesmo que dizer que os motoristas pararão de beber e dirigir se for criado um novo código de trânsito brasileiro. Será?!

É… isso é Brasil!

E você, o que acha das propostas apresentadas nesse novo código?

Deixe uma resposta

CommentLuv badge

  • RSS
  • Twitter