Não Tome Decisões em Momentos de Raiva

Cada pessoa tem uma forma diferente de se comportar frente às mais diversas situações: se for uma situação emocionante, uns choram, outros sorriem. Já se for uma situação de pressão, algumas pessoas ficam trêmulas, outras perdem a fome; já alguns se sentem mais motivados a realizar uma tarefa.

Devido à grande diversidade de comportamentos, é difícil definir como alguém poderá se comportar em uma determinada situação. Porém, uma coisa é correta afirmar:

Não Tome Decisões em Momentos de Raiva

Não Tome Decisões em Momentos de Raiva Decisões tomadas quando se está sentindo raiva de alguém, ou de alguma coisa, geralmente são precipitadas. Se ela tomar conta de você, seu lado racional pára por um momento, e seu lado emocional direciona seus atos, agindo em algumas situações por reflexo.

Além disso, quando estamos com raiva, geralmente acontece o que é dito num famoso ditado: fazemos tempestade num copo d’água. Ou seja, direcionados pela raiva muitas vezes tornamos situações simples em complicadas, pela redução de nossa capacidade racional.

O que fazer em momentos de raiva?

Essas são apenas algumas dicas simples, mas eficientes:

  1. Afaste-se por um momento da causa da raiva: ficar alimentando esse sentimento não trará benefício algum para você. Está com raiva por que o computador travou? Afaste-se um pouco dele! Dê um tempo para si mesmo.
  2. Respire fundo (e devagar) e conte até dez: parece brincadeira, mas isso ajuda bastante a tirar o foco da raiva e com que esse sentimento se reduza.
  3. Pense em coisas boas: essa é mais uma técnica para tirar o foco do motivo da raiva para estabilidade para seus sentimentos.
  4. Lembre-se que errar é humano: por mais que tentemos acertar, vez ou outra agimos de modo que alguém fica irritado (ou chateado). Quando alguém te irritar, procure ver que isso pode não ter sido intencional (e muitas vezes não é). Utilize um pouco de empatia e se coloque no lugar do outro: talvez você veja que a raiva surgiu sem um motivo real.

Uma última dica – e também muito importante!

E é claro, essa não poderia deixar de ser dita – é a última mas não menos importante: perdoe! Sem dúvida você se sentirá muito mais feliz por ter conseguido superar o problema e poderá voltar a ter um bom relacionamento com a pessoa que gerou sua raiva.

E você, o que faz em momentos de raiva? Espero que tenha passado por poucos até hoje.

Deixe uma resposta

CommentLuv badge

  • RSS
  • Twitter